fbpx

Eleições 2020: Leonel Feitoza não aceita resultado de 37 votos em Iranduba

Conforme o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o candidato João Leonel de Brito Feitoza tem 0,13%, calculando o total de 37 votos válidos.Por Alessandra Aline MartinsPublicado em 19/11/20 às 11h54

O candidato a prefeito em Iranduba (município a quilômetros de Manaus) pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN), João Leonel de Brito Feitoza,  não aceitou o resultados das Eleições do último dia 15, quando os eleitores foram às urnas parra escolher o novo prefeito da cidade e afirma que não teve 37 votos nesta Eleição.

“Todos os candidatos estão reclamando sobre a votação em Iranduba. Meu primo disse segunda-feira (16), que tinha 25 pessoas da família que votaram em mim, numa sesão, porém apareceu apenas um voto válido”, disse.

De acordo com o candidato, a Juiza Dinah Câmara Fernandes de Souza, titular da 2ª Vara da Comarca de Iranduba, realizou as contagens de votos e não encaminhou para o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM).

“A juíza violou as urnas e agiu de forma irregular, fez as contagens dos votos e declarou os eleitos. Todos os eleitores de Iranduba estão reclamando. Os candidatos sabem que não tiveram apenas os votos que receberam e foram computados no site do TSE”, destacou o candidato Leonel.

Conforme o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o candidato João Leonel de Brito Feitoza tem 0,13%, calculando o total de 37 votos válidos.

Manifestação

Os eleitores do município de Iranduba (município a 38,8 quilômetros de Manaus)realizaram, na manhã desta quinta-feira (19), uma manifestação em frente da Sede do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas, no qual pedem clareza da apuração das Eleições na cidade. Eles destacaram que querem a anulação da Eleição.

Eleições

O candidato  Augusto Ferraz (DEM) foi eleito o prefeito de Iranduba, com 41,98 %,  total de 11.732 mil votos.

Em segundo lugar, ficou o candidato Alain Cruz (PSC) com 36%, referente a 10. 061 mil votos. Já em terceiro lugar ficou com 13,19% a candidata Graças Lopes (MDB), somando de 3.686 votos.

Graças Lopes é viúva do ex-prefeito de Iranduba pelo MDB, Nonato Lopes, e que figurava como pré-candidato nesta Eleição e estava como o “queridinho” na disputa majoritária. Porém, no dia 12 de setembro morreu vítima do novo coronavírus (Covid-19).

O episódio causou uma reviravolta e o favoritismo, que antes era atribuído ao MDB, foi para o DEM.

Após o falecimento do ex-prefeito, outros nomes se destacaram na disputa pela Prefeitura do município, entre eles, Graça Lopes (MDB), viúva de Nonato, Augusto Ferraz (DEM), Almir Prestes (PL), Alain Cruz (PSC), David Franklin (PT) e Leonel Feitoza (PMN).

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *