Adolescente baleada em sala de aula no Viver Melhor tem quadro estável

A adolescente de 13 anos que foi baleada no pé dentro de sala de aula na manhã desta quinta-feira (6) tem o quadro de saúde estável, informou a Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Outra jovem de 15 anos teria disparado acidentalmente. O caso foi encaminhado para o 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

A ocorrência foi registrada por volta das 10h15 na Escola Estadual Eliana Socorro Pacheco Braga, localizada dentro do conjunto Viver Melhor, bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus. As aulas foram suspensas.

Segundo a Seduc, a jovem recebeu atendimento no Hospital e Pronto-Socorro da Zona Norte, está em observação e consciente. A colega que teria efetuado o disparo alegou que mostrava a arma para os colegas, e que, em seguida, jogou a arma no lixo do banheiro. À polícia, a jovem informou que achou o revólver no condomínio nessa quarta-feira (5) e levou para a escola.

Um homem identificado como Mário Cruz Glória, voluntário de um projeto de jiu-jitsu, foi detido após pegar a arma. Ele afirmou que tinha a intenção de levar o revólver calibre 380 até à gestão da escola. Ele prestou depoimento na delegacia.

A adolescente foi encaminhada para o 26º DIP para registro do ato infracional análogo ao crime de porte de arma de fogo e lesão corporal.

Em nota, a Seduc informou que está prestando toda a assistência às famílias das duas estudantes envolvidas na ocorrência. Destaca, ainda, que a ocorrência se trata de um caso isolado e que inicialmente não há registro de qualquer motivação.

“Vale ressaltar que o atendimento pela Polícia Militar foi realizado em 7 minutos, graças à parceria de monitoramento e segurança com a Seduc-AM e não foi registrada ameaça a qualquer estudante da escola”, disse o órgão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: