fbpx

Em posse do novo Procurador-Geral do MPE, Wilson Lima destaca resultados do diálogo entre instituições

O governador Wilson Lima participou, nesta quinta-feira (15/10), por videoconferência, da solenidade de posse do novo Procurador-Geral de Justiça, Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior, que vai dirigir o Ministério Público do Estado (MPE-AM) no biênio 2020-2022. O Promotor de Justiça foi nomeado por decreto governamental publicado no dia 16 de setembro.

Em seu discurso, o governador parabenizou o Procurador-Geral de Justiça e desejou sucesso à sua gestão. “Hoje o senhor ocupa o cargo mais importante do Ministério Público estadual e representa não só o seu nome, mas o nome de uma instituição, de uma classe que tem um papel fundamental em todo esse contexto da aplicação dos recursos públicos e da prestação de serviços ao cidadão do estado do Amazonas”, disse.

Wilson Lima frisou, ainda, a experiência do novo Procurador-Geral de Justiça no interior. Natural de Itacoatiara, Alberto Rodrigues é formado em Direito pela pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e, após ingressar no MPE-AM, em 1996, atuou nas Promotorias de Justiça das comarcas de Benjamin Constant, Anori, Urucurituba, Beruri, Codajás, Careiro, São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Içá e Rio Preto da Eva.

“Percebo o quanto a sua gestão será profícua e também atenta a algumas questões que ainda persistem no estado do Amazonas e que precisamos superar, sobretudo na atenção àquelas pessoas que mais precisam. A sua experiência, de alguém que viveu no interior e acompanhou o sofrimento dessas pessoas, será muito importante nesse momento na função de Procurador-Geral”, avaliou o governador.

Parceria entre instituições – Wilson Lima também ressaltou a importância do diálogo do Governo do Amazonas com os demais poderes e instituições como o MPE-AM durante o enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

“Hoje conseguimos ser uma referência nacional no combate à Covid-19. Durante todo o pico da pandemia nós fomos acompanhados por observadores da Organização Pan-americana de Saúde (Opas), que fizeram esses apontamentos, e todos esses resultados foram importantes porque houve a participação de instituições como o Ministério Público e demais autoridades que estiveram empenhadas nesse momento. Combater a Covid-19 é uma responsabilidade de todos nós”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *