fbpx

Empresa de saúde que ameaça parar recebeu R$ 25 milhões em 2019

O Instituto de Cirurgiões do Estado do Amazonas (Icea), que ameaça paralisar as atividades em unidades de saúde por falta de pagamento, recebeu do Governo do Estado mais de R$ 25 milhões em 2019. Os dados estão no Portal da Transparência.

Outra pesquisa no sistema aponta que em 2018, os valores pagos pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam) ultrapassaram os R$ 48,8 milhões.

Os cerca de 200 médicos do Icea anunciaram a paralisação parcial dos atendimentos a partir do próximo sábado, dia 3. Em nota divulgada nesta quinta-feira, dia 1º, a empresa afirma que a medida ocorre devido a cinco meses de atrasos nos pagamentos, chegando a quantia de R$ 18,4 milhões pendentes.

O Icea ainda cita que além dos pagamentos atrasados, os médicos também reclamam da situação precária de trabalho nas unidades de saúde administradas pelo governo em Manaus, com falta de insumos e medicamentos.

Mais dinheiro

Conforme o Portal da Transparência do Governo do Amazonas, em 19 de junho de 2019, o Icea recebeu um pagamento de R$ 4,01 milhões. O último pagamento registrado à empresa foi em 17 de julho de 2019 referente a serviços no HPS 28 de Agosto, no valor de R$ 83,2 mil.

Hoje, a Susam informou que um novo pagamento referente ao contrato maior da Secretaria está previsto para os próximos dias, conforme cronograma de desembolso da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz).

O valor apto é de aproximadamente R$ 4 milhões, e diz respeito aos serviços realizados em maio, cuja empresa deu entrada com a nota na Susam em 14 de junho. A Susam informa que está no prazo previsto no contrato, que é de três meses para justificar a quebra contratual.

Foto: Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *