Search
Close this search box.

Junho Branco: Sejusc promove atividades de conscientização sobre o uso de álcool e outras drogas


Neste 26 de junho, celebra-se o Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, data que chama a atenção para o combate ao uso de drogas, pela campanha do “Junho Branco”. No Amazonas, a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) promove ações de conscientização e abordagens informativas, inteirando a sociedade com os serviços oferecidos gratuitamente aos adictos. 

A Sejusc conta com a Gerência de Políticas sobre Álcool e Outras Drogas (GPAD), sediada no Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) Parque 10, na zona centro-sul de Manaus. Ao ver um banner dos serviços, o aposentado Manoel Machado, 61 anos, quis saber sobre o tratamento a dependentes químicos e procurou atendimento para deixar o alcoolismo.

Acompanhado da esposa, recebeu a escuta qualificada da gerente do GPAD, Flávia Ribeiro, e foi encaminhado para fazer o tratamento no Centro de Atenção Psicossocial (CAPs) III Álcool e Drogas Dr. Afrânio Soares.

Manoel, que já havia tentado se livrar da dependência algumas vezes, enfatiza como a ajuda profissional e o encaminhamento correto podem mudar a vida de quem quer sair do vício.

“Foi através da Sejusc, juntamente com a senhora Flávia, que eu consegui meu tratamento, e indico para qualquer pessoa que queira sair da dependência química. Vai ser muito bem recebido na Gpad, no CAPS”, afirma o aposentado.

Ele conta, ainda, que se achou os profissionais bem preparados, bem instruídos e capacitados para atender os que chegam para o tratamento. “Eu me senti acolhido e no lugar certo”, enfatizou Manoel.

A esposa de Manoel, Ana de Souza, 54 anos, disse que o apoio da família é indispensável para a eficácia do tratamento, e que ela e seus filhos estiveram em todos os momentos com ele, crendo que era possível sua cura.

“Nessa nossa história de casamento, meu esposo era um dependente químico de autoconhecimento. Ele precisava do nosso apoio para iniciar o tratamento, e durante esse percurso entramos no programa dos grupos de idosos, o qual foi muito bom para manter meu esposo mais ativo, e agora estamos felizes e participando de todas atividades”, acrescentou Ana Souza, que viu sua vida mudar após o tratamento do marido.

Consequências

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o consumo de álcool pode causar mais de 200 doenças e lesões, entre problemas de saúde e distúrbios mentais e comportamentais, incluindo a dependência ao álcool, além de lesões resultantes de violência e acidentes de trânsito. Em todo o mundo, são 3 milhões de mortes por ano devido ao consumo de álcool, o que representa 5,3% de todas as mortes.

A GPAD realiza palestras, rodas de conversa, encontros, escutas qualificadas, encaminhamentos para rede especializada, visitas técnicas e atividades físicas em escolas e instituições privadas. Os interessados deverão se dirigir à GPAD, no PAC Parque 10, na avenida Tancredo Neves, nº 668, no Shopping Parque 10 Mall, na Secretaria Executiva de Direitos Humanos. Também é possível o contato por mensagens pelo número (92) 98450-5576.

A Sejusc tem parceria com Unidades Básicas de Saúde (UBS), fundações de saúde que realizam exames, além dos Centros de Atenção Psicossocial, que oferecem atendimento com psicólogos, psiquiatras, e com o Centro de Reabilitação e Dependência Química (CRDQ), onde há a internação voluntária, mediante vagas.

“Além disso, a gerência promove campanhas de sensibilização contra o uso abusivo de álcool e outras drogas para toda a população, em conjunto com o Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas (Conen), que está nas ruas, nas rádios, nas escolas, mostrando o trabalho que a Gpad, juntamente com a Sejusc, desenvolve”, explicou Flávia Ribeiro.

FOTO: Ygson França e Tânia Félix/Sejusc



Fonte

Compartilhe nas Redes

últimas noticias