Mãe descobre cofre que Kimberly Mota guardava para realizar sonho


Manaus/AM – Sonhadora e determinada, é assim que a Neyla Mota define a Miss Manicoré Kimberly, assassinada no último Dia das Mães (10), no apartamento do ex-namorado Rafael Fernandes.
A jovem que cursava o primeiro período do Ensino Superior em Odontologia, tinha o sonho de ter o próprio consultório e já estava economizando para isso.
Bolsonaro fica fortalecido e mais perigoso
No quarto da casa onde morava em Manaus, a mãe encontrou um cofre onde ela depositava todas as suas economias para custear os equipamentos que iria precisar:
“Fui no quarto dela ontem e vi um cofrinho destinado para o consultório. Era muito sonhadora e batalhava pelo que sempre queria. Ela estava muito feliz por estar estudando e vi no cofre que já estava guardando as economias. Eu confirmei com as amigas, que me disseram que ela já tinha falado isso”, afirma.
Kimberly costumava fazer trabalhos de publicidade e também trabalhava com venda de roupas. Com grande influência nas redes sociais e mais de 30 mil seguidores, ela era bastante popular e costumava cativar que a conhecia.
Apesar de jovem e de vir de uma família humilde, a miss tinha muito desejo de crescer na vida e se tornar referência em odontologia, mas teve os sonhos interrompidos pelo ciúme do ex-namorado Rafael Fernandes que acabou tirando sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Fique a vontade!