fbpx

Marcelo Ramos adota discurso de pré-candidato a prefeito

Por Iram Alfaia, de Brasília

Após o seu nome aparecer nas últimas pesquisas de intenções de voto a prefeito de Manaus, o deputado Marcelo Ramos (PL) começou a afinar o discurso para uma possível candidatura ao cargo no próximo ano.

Nesta quinta-feira, dia 1º, o site BR18, criado pelo Estado de S.Paulo para acompanhar os processos eleitorais, tratou-o como possível candidato à Prefeitura de Manaus.

Como divulgou o BNC Amazonas, outro veículo da imprensa nacional especulou nesse mesmo sentido: “Em Manaus, um pré-candidato de crescimento recente é de Marcelo Ramos (PL), o deputado federal que presidiu a comissão especial da reforma da previdência. Ele pode ter como adversários os ex-governadores Eduardo Braga (MDB) e Amazonino Mendes (PDT) e o deputado federal José Ricardo (PT). Ex-deputado federal, David Almeida (Avante) tem obtido bom desempenho em pesquisas”, publicou o jornal Gazeta do Povo, que circula em Curitiba (PR).

Cotado pelo site como um dos possíveis candidatos a prefeito, Marcelo Ramos deu o tom de pré-candidato no assunto que falou com os jornalistas. Ele pretende iniciar um debate sobre o que fazer após o fim da Zona Franca de Manaus, programado para 2073.

Segundo o BR18, Marcelo Ramos quer em 2050 que Manaus saiba como será feita a transição, ou se haverá a necessidade de iniciar uma prorrogação da ZFM.

“Quero chegar em 2050 sabendo o que vamos fazer para em 2073 não precisar mais de ZFM. Porque uma coisa eu concordo é que não é sustentável uma indústria eternamente fundada em políticas de incentivo fiscal e barreiras de importação”, disse ele ao veículo.

Em abril passado, numa entrevista ao BNC Amazonas, logo após assumir o cargo de presidente da comissão especial que analisa a proposta de reforma da Previdência, Marcelo Ramos foi enfático em afirmar que um projeto para disputar as eleições a prefeito estava fora de cogitação.

Mesmo sabendo que o cargo iria lhe projetar politicamente no cenário local e nacional, ele afirmou: “Nesse momento o Brasil e o Amazonas precisam de mim. É me apequenar pensar em projeto político. Eu acho que isso vai vir lá na frente naturalmente, não é minha pauta”, desconversou na ocasião.

Foto: BNC AMAZONAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *