Menor é espancado após tentativa de assalto na zona Leste de Manaus

Uma das vítimas percebeu que a arma utilizada no crime era de brinquedo, então reagiu e foi ajudado por outros estudantes

Manaus – Um adolescente, de 17 anos, foi agredido por alunos da Escola Estadual Jairo da Silva Rocha, no bairro Grande Vitória, zona Leste de Manaus, após tentativa de assalto por volta das 20h desta quinta-feira (8). A represália aconteceu porque uma das vítimas percebeu que a arma utilizada no crime era de brinquedo, então reagiu e foi ajudado por outros estudantes a agredir o rapaz.

De acordo com um tenente da 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que estava na frente da operação, a equipe recebeu denúncias que dois homens em uma motocicleta estavam praticando assaltos nas proximidades da escola. Ao chegarem no local, o menor já estava sendo agredido pelos alunos.

“Levaram o suspeito para dentro do colégio, lá ele não tinha para onde fugir, então apanhou muito. Ele estava bastante machucado, então nós mesmo prestamos o socorro para ele não morrer pelas mãos da população indignada”, disse o tenente, que não quis se identificar. 

Após ser socorrido pelos policiais, o rapaz foi encaminhado para o Hospital e Pronto Socorro Dr. Aristóteles Platão Bezerra de Araújo, na avenida Grande Circular, zona Leste. Na unidade hospitalar ele recebeu o atendimento e depois foi encaminhado para o 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para registro da ocorrência.

O policial militar, Celio Robson, de 43 anos, contou que o menor já estava cometendo assaltos na localidade desde cedo. Inclusive a filha dele foi vítima do crime quando estava chegando em casa, no conjunto Castanheira.

“Minha filha estava voltando da faculdade e não deu tempo nem de chegar em casa, o rapaz a ameaçou com uma arma e levou o celular e a mochila dela. Não quero prejudicar esse menino, conheço a família dele, mas exijo que devolva os pertences dela”, disse PM.

Ainda de acordo com o tenente da 14ºcicom, o outro suspeito que pilotava a moto, utilizada para cometer os delitos, fugiu sem ser identificado. Equipes da Cicom fizeram patrulha na área e até a publicação desta matéria o segundo suspeito, não havia sido localizado. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: