Search
Close this search box.

Operação Virtude: 5 pessoas são presas, 39 inquéritos policiais aberto e 150 diligências realizadas


Com o empenho integrado das Forças de Segurança e órgãos das esferas municipal e federal, a Operação Virtude, que teve início no dia 10 de junho, tem como objetivo o combate aos crimes contra a pessoa idosa e, realizou no período de dez dias, a prisão de cinco pessoas em flagrante por maus-tratos. 

A operação também tem papel importante nas áreas educativas, com palestras em escolas e faculdades.

A Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa Idosa (DECCI) realizou no período, 150 diligências, 13 medidas protetivas de urgência, 39 inquéritos policiais e 15 Termos Circunstanciados de Ocorrências (TCO’S).

A delegada titular do DECCI, Andréa Nascimento, ressaltou que, parte das denúncias apuradas são realizadas por meio do Disque 100 ou 181 da SSP.

“Passamos os 10 dias da Operação Virtude, essa operação que acontece em âmbito nacional e a DECCI, vem realizando um trabalho intenso de repressão aos crimes praticados contra a pessoa idosa, principalmente no âmbito familiar, que é a competência da delegacia. E, durante esse período, nós identificamos as diligências domiciliares para apurar as denúncias anônimas que recebemos pelos canais do disque 100 e 181”, explicou Andréa. 

Conforme a programação, a operação Virtude irá continuar os trabalhos em Manaus e no interior até o dia 11 de julho. “O trabalho continua, porque são 32 dias de operação que vai encerrar somente no dia 11 de julho, então ainda temos muitos dias pela frente, porque o trabalho continua”, frisou a delegada. 

Prevenção

Além das atividades de fiscalização e repressão, também foram realizadas 97 palestras de prevenção, orientação e conscientização da importância das denúncias dos casos de violência contra a pessoa idosa. Mais de 3 mil pessoas foram alcançadas com palestras em escolas e faculdades.

“Além das ações repressivas, nós também trabalhamos muitas ações preventivas, ações educativas, e, para isso, nós contamos com toda a rede de proteção que vem fazendo esse trabalho de levar conhecimento e informação a toda sociedade”, disse a delegada.

São palestras, rodas de conversa, workshops realizados em escolas, atingindo crianças, até mesmo faculdades, para atingir jovens e adultos, e também conversar diretamente com pessoas idosas, a fim de que elas conheçam seus direitos”, explicou a delegada.

Efetivo Integrado

A operação é coordenada nacionalmente pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). No Amazonas, os trabalhos serão coordenados pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) com o apoio da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Idoso (DECCI), Polícia Militar (PMAM), com apoio de secretarias do Governo do Amazonas, Prefeitura de Manaus, entidades e órgãos que integram a rede de proteção à pessoa idosa.

Foto: Divulgação/SSP-AM



Fonte

Compartilhe nas Redes

últimas noticias