41 pessoas são presas durante Operação no Amazonas contra ‘foguetório’


As Forças de Segurança deflagram operação, na noite deste sábado (10/02). A ação policial foi registrada em Manaus e no interior e resultou na prisão de 41 pessoas, além da apreensão de artefatos, como fogos de artifícios. As prisões foram realizadas pela Polícia Militar do Amazonas (PMAM) nas zonas oeste, centro-oeste, norte, leste, sul e no município de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus).

Equipes dos Comandos de Policiamento Metropolitano (CPM), Interior (CPI), Especializado (CPE), Ambiental (CPAmb) e Batalhões de Área intensificaram o patrulhamento nas ruas de Manaus e no município do baixo Amazonas, com base em um trabalho preventivo dos setores de inteligência das forças de Segurança.

“Essa é uma operação que foi desencadeada pela Polícia Militar, utilizando de informações de inteligência, integradas das equipes da Agência Central de Inteligência da Polícia Militar, da Secretaria de Inteligência (Seai) da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas e também de equipes de investigação da Polícia Civil”, declarou o subcomandante-geral da PMAM, coronel Thiago Balbi, que completou ressaltando a importância da atuação integrada dos órgãos que compõem o sistema.

Todos os suspeitos detidos em Manaus foram encaminhados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), localizada na sede da Delegacia Geral, no Dom Pedro, zona centro-oeste de Manaus.

Segundo o delegado de Polícia Civil, Ismael Schettini, os procedimentos foram individualizados, verificando a conduta de cada um dos presos na operação. “Alguns assinaram TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) por apologia ao crime e todos os fogos de artifício apreendidos serão encaminhados posteriormente para a perícia, que irá identificar se os materiais são foguetes ou outro tipo de explosivo”, afirmou o delegado.

No sábado (10/02), várias pessoas nas redes sociais, divulgaram imagens dos fogos por várias zonas da capital. Muitas pessoas relataram estarem assustadas com toda a situação. Segundo o Secretário de Segurança Pública, Vinícius Almeida, as equipes da SSP-AM receberam a informação que o motivo dos fogos, seria uma comemoração de uma facção criminosa que atua no estado.

Foto: Michel Pereira/SSP-AM



Fonte