Dois aviões da Embraer sofrem acidentes no mesmo dia e local na Tanzânia

Dois aviões Embraer EMB-120 Brasília se envolveram em acidentes distintos, na terça-feira (28), no mesmo aeroporto, dentro do Parque Nacional Mikumi, na Tanzânia. Apesar das horas de diferença entre os acidentes, as causas, até então, estão na mesma parte do avião: o trem de pouso de ambas as aeronaves colapsou na hora do pouso e decolagem.

O primeiro acidente foi com um voo da Unity Air Zanzibar, que transportava 30 passageiros, dois pilotos e um tripulante. A aeronave com origem em Zanzibar relatou problemas com seu trem de pouso já na aproximação ao aeroporto, mas ao tocar no solo os dois trens de pouso principais colapsaram. O avião saiu da pista e parou na grama apoiada apenas pelo trem do nariz. Não houve feridos.

Já o segundo acidente, cerca de seis horas depois, foi com um avião de mesmo modelo da Sindbard Air, também com 30 passageiros, sendo a maioria turistas. Desta vez o problema foi na decolagem, quando o trem de pouso do nariz colapsou e o avião bateu a asa em um prédio no final da pista. Também não houve relatos de feridos.

Segundo a Autoridade dos Parques Nacionais da Tanzânia (TANAPA), as áreas de decolagem e pouso no Aeroporto de Kikoboga não foram afetadas e o aeroporto continua operando para atividades de voo. A TANAPA comunicou o Departamento de Investigação de Acidentes de Aeronaves (AAIB) do Ministério dos Transportes e vai iniciar uma investigação dos incidentes.

Fonte: Folha de Pernambuco 

Fonte