Search
Close this search box.

Filhos para Sempre’: pais participam de oficina da DPE-AM para conscientização sobre convivência familiar


Diante da realidade de pais separados no Brasil, a Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) atua na educação em direitos e orientação de pais que estão em conflitos na convivência familiar, a partir do projeto “Filhos para Sempre”, visando principalmente a qualidade de vida das crianças e adolescentes.

A 17ª edição da atividade ocorreu nesta terça-feira (9/7), com a participação de 62 pessoas, no auditório da sede da DPE-AM, em Manaus.

Somente em 2022, foram mais de 420 mil divórcios realizados no país, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi o que aconteceu com o casal Ícaro Ribeiro e Rigliane Oliveira, que são pais de uma criança.

Os assistidos relataram que nunca leram, nem se informaram sobre as temáticas abordadas na oficina, como guarda compartilhada e a importância da conciliação. Por isso, participar da conversa é fundamental para proporcionar uma qualidade de vida melhor para o filho.

“Apesar de tudo, queremos ter uma boa convivência, então o que foi abordado só agrega com o que já temos de experiência. Esse momento é necessário para vermos o que pode afetar na vida de uma criança e isso já ajuda no desenvolvimento do nosso filho”, disse Ícaro.

O defensor público Helom Nunes, coordenador do projeto, explicou que o papel da Defensoria Pública não se resume à assistência jurídica em processos judiciais, mas também possui a missão de oferecer educação em direitos e conscientizar a população.

“O papel do projeto é gerar conscientização e educação em direitos, para que, assim, o cidadão, munido das informações, possa escolher a melhor decisão para as suas vidas e para os seus conflitos”, afirmou.

O pesquisador Gabriel Salles e a assistente de engenharia Meyriane Santana destacaram a importância da oficina para a estruturação da família, objetivando o bem da criança, tanto no meio familiar quanto na sociedade.

“Eu achei excelente a iniciativa, principalmente por ser da Defensoria, porque imaginamos que um órgão público não tenha tanto cuidado referente a isso. Acredito que impactou muitas pessoas, não só a mim como mãe. Mas que a gente possa realmente seguir as orientações pela melhor convivência com os pais. Como o defensor falou, filhos são para sempre”, declarou Meyriane.

Foto: Márcio Silva/DPE-AM



Fonte

Compartilhe nas Redes

últimas noticias