Search
Close this search box.

Prefeitura intensifica a revitalização da feira Padre Rogério Ruvoletto no bairro Santa Etelvina


A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), trabalha em ritmo acelerado nas obras de revitalização da feira municipal Padre Rogério Ruvoletto, localizada no bairro Santa Etelvina, zona Norte. O espaço beneficia diretamente mais de 90 feirantes, e gera aproximadamente dois mil empregos indiretos. 

Uma equipe com dez trabalhadores atua com serviços de pintura, rede elétrica, banheiros com acessibilidade e na revitalização dos antigos boxes, garantindo um ambiente mais moderno, higiênico e acessível a todos. 

De acordo com Rubens Castro, engenheiro da Semacc, a feira, tradicional no bairro, contará com estrutura completa oferecendo um espaço amplo e seguro para a comercialização de produtos frescos e serviços diversos à comunidade local.

“Ainda neste primeiro semestre entregaremos uma feira mais moderna com sua total funcionalidade a todo vapor. Estamos deixando a parte elétrica toda normalizada, pinturas no geral, pisos, identidade visual padrão e todos os ajustes necessários estão sendo feitos. Nós ressaltamos que mesmo com as obras, a feira segue funcionando todos os dias. Então, nosso trabalho é um pouco mais detalhado, pois precisamos oferecer segurança aos permissionários e clientes, mesmo com a execução da obra”, afirmou Castro.

A permissionária Matilde Araújo de Sousa, que trabalha na feira há mais de 10 anos, disse nunca ter presenciado uma reforma como esta. “Estamos muito felizes com a reforma que já está trazendo benefícios. Banheiros novos, boxes padronizados, com isso o cliente encontra a feira mais organizada e limpa”.

Valorização do setor e incentivo econômico

Com a revitalização das feiras e mercados na cidade, a Prefeitura de Manaus visa contribuir para o desenvolvimento social e econômico da cidade, para o bem-estar da população, além de proporcionar a melhoria dos espaços, que durante muito tempo ficaram sem qualquer tipo de manutenção. 

Foto – Ricardo Oliveira/Semacc



Fonte

Compartilhe nas Redes

últimas noticias