Search
Close this search box.

PC-AM prende homem que tentou matar a ex-companheira na presença da filha


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da 80ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Beruri (a 173 quilômetros de Manaus), com apoio da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru, cumpriu, na quinta-feira (20/06), mandado de prisão preventiva de um homem, 43, por tentativa de feminicídio majorada contra a ex-companheira, 38. A prisão ocorreu no município de Manacapuru.

Conforme a delegada Rosane Ferreira, da 80ª DIP, o crime ocorreu na noite de 21 de maio deste ano, ocasião em que o agressor invadiu a residência da vítima, pegou uma faca na cozinha e entrou no quarto dela afirmando que a mataria.

“De acordo com o relato da vítima, ela reagiu segurando a faca e eles iniciaram uma luta corporal. A filha do casal, de 22 anos, também estava na casa e ao ouvir os gritos da mãe, momento em que ela se colocou na frente da genitora e, também, entrou em luta corporal com o agressor”, explicou.

Segundo a delegada, após perder a faca, o autor desferiu socos e puxões de cabelo na mulher e, em seguida, buscou um remo que estava na varanda da casa e, novamente, desferiu diversos golpes nas costas, no braço e na cabeça dela.

“Ele quebrou o objeto no corpo dela, cessando agressão apenas quando vizinhos chegaram ao local e interviram. Após o crime, a vítima foi transferida para uma unidade hospitalar de Manaus, onde passou por duas cirurgias devido à gravidade do caso. Ela ficou internada por, aproximadamente, 10 dias, e teve fraturas no braço e diversas lesões na cabeça”, disse.

De acordo com a delegada, durante as investigações, a equipe policial da 80ª DIP descobriu que o infrator estava escondido em uma comunidade em Manacapuru.

“Solicitamos apoio da equipe policial do referido município e, prontamente, obtivemos o apoio dos policiais civis de Manacapuru, que localizaram o indivíduo e cumpriram o mandado de prisão”, destacou.

Procedimentos

O homem responderá por tentativa de feminicídio majorada, ante a circunstância de ter sido praticada na presença de descendente, e ficará à disposição da Justiça.

FOTO: Divulgação/PC-AM.



Fonte

Compartilhe nas Redes

últimas noticias